Vivendo sem igreja.



Depois de um longo período longe do blog, enfim retornei! Estou aproximadamente há 10 meses sem frequentar um local fixo para "adorar a Deus". Quero dizer que esse tempo não tem sido os melhores da minha vida, mas também não tem sido um dos piores.
Não sinto mais o peso da responsabilidade de me tornar perfeito, não sinto vergonha de errar e ter que ir para a igreja sabendo que serei julgado, não sinto mais a necessidade de ser agradável a pessoas sabichonas e falsas moralistas. Não sinto medo de ser castigado por Deus, medo esse que muitas, mais muitas igrejas tentam colocar sobre os ombros das pessoas para que elas não deixem o templo (não deixe de dizimar). Enquanto você produz, as pessoas te procuram, te exaltam, fazem você se sentir especial, mas no momento que você deixa de ser útil, é deixado de lado. Como uma empresa que busca crescimento, assim funcionam muitas igrejas atuais. Tem personalidade e talento? Eles fazem de tudo para que você nunca os deixe. É um miserável isento de talento? "Deus te pague "! O próprio Jesus Cristo seria jogado para fora de nossas igrejas.
Onde está o amor? Valorizam mais o templo do que as pessoas. É melhor expandir a igreja (empresa) do que cuidar dos que já estão presentes no local. Nossa crença tem sido espalhada da forma errada e você e eu não estamos fazendo nada para conter isso. Estamos ocupados demais com nossas próprias ambições, e isso é um erro que alguém que acredita ser apenas um estrangeiro nessa Terra não deveria cometer.
Sinto falta da amizade verdadeira que já tive nas igrejas que frequentei um dia, da alegria de poder falar sobre o amor que um dia me libertou, me liberta e continuará a me libertar. Da simplicidade, do afeto e do carinho que já encontrei em muitos irmãos. Um dia retornarei a me reunir com alguns irmãos, creio que sou apenas mais um hipócrita em um milhão e que não devo desistir da igreja / pessoas. Mas um ambiente em que você pode ser você mesmo, falar livremente sobre seus defeitos e pecados sem ter medo de ser apedrejado, está cada vez mais difícil.

Deus abençoe!

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima
30 de janeiro de 2017 09:09

A Igreja é indispensável,a igreja,não.

Resposta
avatar