O monstro que vive em mim.


Creio eu que exista um monstro dentro de cada cristão. Um monstro com fome de pecado. Já sentiu isso? Algo dentro de você que quer saciar a fome com tudo que é mau no mundo? Pois é, eu também.
Antes de seguir a Cristo vivíamos de qualquer jeito, levados por toda onda de desejos e pensamentos, não tínhamos noção do que era mau e o que era bom. Éramos cegos!
Mas quando conhecemos a Cristo algo se transforma dentro de nós, como se fôssemos outra pessoa. E realmente é isso o que acontece.
Paulo escreve aos Efésios que devemos nos despojar do velho homem, que se corrompe segundo os desejos desta vida, e nos revestir do novo homem ,criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade. Ele fala exatamente o que quero passar a vocês neste artigo. Éramos monstros levados pelo mal, mas depois da conversão nosso eu é transformado e somos obrigados a todo os dias nos despojar do monstro que éramos no passado. Esse antigo "EU' tenta dia após dia nos levar a morte, mas lembre-se também que o nosso novo eu é mais forte, pois é o próprio Espírito de Deus habitando em nós. Ele nos dá força para vencer nosso velho homem todos os dias, através da oração e da meditação na palavra. Tenha esperanças, tenha fé, se o monstro que um dia você foi tem despertado nos últimos meses de uma forma muito forte, não desista! Não pare de lutar! Lembre-se que aquele que começou a boa obra na sua vida, vai terminar. O velho homem não é páreo para o novo homem renovado pelo Esprito Santo. O monstro que carregamos dentro de nós não nos vence quando nutrimos nossa vida com a palavra de Deus e com a oração. Lute!


*A música Monster da banda Skillet resume isso muito bem, mas a música só dá ênfase no lado mau, sem dar uma saída. Como eu disse acima, a única forma de vencermos nosso monstro é andando dia após dia em comunhão com Cristo.






COMPARTILHAR
Anterior
Proxima